15 de abril de 2024 12:55
O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) realizou alterações nas suas regras de aposentadoria, modificando a idade mínima, tempo de contribuição e pontuação necessária para receber o benefício.

O início do ano de 2024 veio com mudanças significativas para quem está próximo de se aposentar. O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) realizou alterações nas suas regras de aposentadoria, modificando a idade mínima, tempo de contribuição e pontuação necessária para receber o benefício. Vamos conhecer essas mudanças mais a fundo?

Quais são as novas regras da aposentadoria do INSS?

A partir de 2024, cita-se o avanço de algumas regras de transição que haviam sido estabelecidas na Reforma da Previdência. Os critérios para receber a aposentadoria do INSS, como idade mínima, tempo de contribuição e pontuação, sofrerão alterações. Porém, o cálculo do benefício permanecerá o mesmo.

Para quem começou a contribuir para a Previdência Social após 13 de novembro de 2019, mantem-se as regras atuais: as mulheres precisam acumular 30 anos de contribuição e 62 anos de idade e os homens precisam ter 35 anos de contribuição e 65 anos de idade.

Como vão ficar as regras de transição do INSS?

Para quem já contribuía para o INSS antes de 13 de novembro de 2019, existem as chamadas regras de transição. Nesse sistema, a aposentadoria leva em conta o tempo de contribuição e uma pontuação mínima. Essa pontuação, que sobe um ponto a cada ano, deve atingir 105 pontos para os homens e 100 para as mulheres.

Em 2024, a pontuação mínima passará a ser de 101 pontos para homens e 91 para as mulheres. Além disso, a idade mínima para se aposentar também será progressiva, aumentando seis meses a cada ano. No próximo ano, por exemplo, a idade mínima para as mulheres será de 58 anos e seis meses e para os homens, 63 anos e seis meses.

Como fica o cálculo do benefício do INSS em 2024?

O cálculo do benefício do INSS continua sendo feito com base em 60% da média salarial mais 2% para cada ano além dos 15 de contribuição para as mulheres e 20 anos de contribuição para os homens. Entretanto, é importante destacar que o valor do benefício é limitado ao teto do INSS, que em 2023 é de R$ 7.507,49.

Estou próximo da aposentadoria. Devo me preocupar com as novas regras?

Se você já atingiu os requisitos para a aposentadoria e optou por não solicitá-la ainda, não precisa se preocupar. Quando decidir se aposentar, poderá escolher a regra que considerar mais vantajosa. Entretanto, é importante estar atento às informações contidas no Cnis (Cadastro Nacional de Informações Sociais), verificando possíveis erros antes de realizar a simulação de aposentadoria no Meu INSS.

Lembre-se: analise todas as opções e considere se não seria vantajoso esperar um pouco mais para se aposentar por uma regra mais benéfica. A decisão é sua, por isso, esteja bem informado e escolha o melhor para o seu futuro!

Fonte: Terra Brasil.

About Author

Queremos ouvir você, deixe seu comentário, será um prazer respondê-lo.

Descubra mais sobre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading