15 de abril de 2024 19:59
Um navio carregando cerca de 14.000 ovelhas e 2.000 bovinos foi abandonado na costa da Austrália, em meio a um calor sufocante, gerando preocupação em defensores dos direitos dos animais.

Após ameaça de ataque Houthi, Austrália abandona navio que levava cerca de 16 mil animais pelo mar vermelho.

Um navio carregando cerca de 14.000 ovelhas e 2.000 bovinos foi abandonado na costa da Austrália, em meio a um calor sufocante, gerando preocupação em defensores dos direitos dos animais.

O navio havia partido da Austrália em 5 de janeiro rumo a Israel para descarregar os animais, mas teve de desviar a rota devido a uma ameaça de ataque da milícia Houthi do Iêmen, o que resultou na decisão do governo australiano de ordenar o retorno do navio.

O destino incerto dos animais

Os animais se encontram agora em uma situação de indefinição, possivelmente serão descarregados na Austrália, onde as regras de biossegurança exigem a permanência em quarentena, ou serão enviados de volta ao mar para uma longa viagem de um mês a Israel, contornando a África e evitando o Mar Vermelho, de acordo com autoridades governamentais e do setor industrial.

“Esses animais já passaram 24 dias no mar, enfrentando estresse potencial térmico, ventilação insuficiente e permanência em meio aos seus próprios dejetos. Eles estariam extremamente estressados”, disse Rebecca Tapp, representante da organização Stop Live Exports (Pare Exportações Vivas).

Pedido de defensores dos direitos dos animais

A defensora afirmou ainda que “gostaria de vê-los retirados do navio e processados aqui em WA [Austrália Ocidental]. Deixá-los lá por mais tempo e, certamente, a ideia de mandá-los de volta ao mar por 33 dias é desumano.”

Tapp ressalta ainda que tem questionado o governo estadual e federal a respeito de um plano de ação, uma vez que parece não haver um plano eficiente em prática.

Enquanto isso, grupos agrícolas e exportadores afirmam que os animais a bordo do MV Bahijah estão em boas condições de saúde. No entanto, as temperaturas locais próximas dos 40°C tornam o argumento questionável para os defensores do bem-estar animal.

O impacto dos ataques marítimos

Este incidente coloca em evidência os impactos dos ataques a navios no Mar Vermelho, importante rota marítima entre a Europa e a Ásia, que vem prejudicando o comércio global, além de ressaltar os riscos inerentes à indústria de exportação de animais vivos da Austrália, que todos os anos envia centenas de milhares de animais para o Oriente Médio.

Fonte: Aliados Brasil

About Author

Queremos ouvir você, deixe seu comentário, será um prazer respondê-lo.

Descubra mais sobre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading