14 de abril de 2024 14:01
Os três suspeitos detidos na manhã deste domingo (24) em uma operação da Polícia Federal (PF), relacionada ao caso Marielle Franco, serão encaminhados para um presídio federal em Brasília.

Os três suspeitos detidos na manhã deste domingo (24) em uma operação da Polícia Federal (PF), relacionada ao caso Marielle Franco, serão encaminhados para um presídio federal em Brasília. O deputado federal Chiquinho Brazão (União Brasil-RJ), o conselheiro do TCE (Tribunal de Contas do Estado) do Rio Domingos Brazão e o ex-chefe da Polícia Civil do Rio, Rivaldo Barbosa, deverão passar a noite sob custódia na capital federal.

Inicialmente detidos pela PF no Rio de Janeiro, os três suspeitos têm previsão de chegada a Brasília no fim da tarde. Ainda não foi determinado se eles serão alojados em unidades prisionais separadas ou em uma única instituição. Contudo, está definido que serão transferidos para um presídio federal.

Entenda a operação

A operação Murder Inc., realizada pela PF, resultou na prisão dos três suspeitos de envolvimento nos assassinatos da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, além da tentativa de homicídio da assessora. Além dos mandados de prisão, foram cumpridos 12 mandados de busca e apreensão no Rio de Janeiro, todos expedidos pelo STF (Supremo Tribunal Federal).

A ação foi desencadeada no domingo para surpreender os suspeitos, com a suspeita de que estivessem planejando fugir. Conta ainda com o apoio da Secretaria de Estado de Polícia Civil do Rio de Janeiro e da Secretaria Nacional de Políticas Penais, do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Processo de expulsão do deputado

O presidente da União Brasil, Antonio Rueda, anunciou que solicitará a abertura de um processo para a expulsão do deputado Chiquinho Brazão após sua prisão. O partido se reunirá na próxima terça-feira (26) para deliberar sobre o futuro do parlamentar.

Com informações do jornal O Tempo.

About Author

Queremos ouvir você, deixe seu comentário, será um prazer respondê-lo.

Descubra mais sobre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading