15 de abril de 2024 23:18
Depois de quase 15 meses detido e de desembolsar uma fiança de 1 milhão de euros, Daniel Alves, ex-jogador sentenciado por estupro em uma boate na Espanha, foi liberado da prisão nesta segunda-feira (25) mediante uma autorização de liberdade temporária.

Depois de quase 15 meses detido e de desembolsar uma fiança de 1 milhão de euros, Daniel Alves, ex-jogador sentenciado por estupro em uma boate na Espanha, foi liberado da prisão nesta segunda-feira (25) mediante uma autorização de liberdade temporária.

Acompanhado por sua mãe, sua advogada e um amigo, Alves deixou a prisão de Brians 2 na manhã de hoje. Esta penitenciária está localizada a 40 quilômetros de Barcelona, onde o brasileiro estava detido desde janeiro de 2023, durante o período de investigação do caso.

Após ter tido quatro solicitações de liberdade negadas durante esse tempo, a Justiça espanhola finalmente concedeu a liberdade provisória na semana passada.

No mesmo dia, Alves também quitou a fiança de 1 milhão de euros (aproximadamente R$ 5,4 milhões) determinada pela Justiça. Depois de confirmar o pagamento e recolher os passaportes brasileiro e espanhol do ex-jogador, a Audiência Provincial de Barcelona, responsável pelo caso, ordenou sua soltura.

Na quarta-feira (20), os juízes da Audiência de Barcelona decidiram, por maioria, permitir que Alves aguardasse em liberdade enquanto aguardava a sentença final. A defesa do jogador recorreu da condenação.

No sábado (23), o Ministério Público de Barcelona contestou essa decisão e solicitou o retorno de Alves à prisão. A Audiência de Barcelona ainda está avaliando o pedido da promotoria.

Em fevereiro, Alves foi sentenciado a quatro anos e meio de prisão por agressão sexual, acusado de estuprar uma mulher em uma boate em Barcelona. Sua defesa recorreu da sentença e solicitou que ele aguardasse em liberdade até que houvesse uma decisão final.

Ao deixar a prisão, Alves entrou no carro no qual sua mãe e sua advogada o esperavam do lado de fora. O jogador possui uma residência em um bairro nobre de Barcelona. Até o momento desta atualização, a defesa de Alves não divulgou para onde ele se dirigiria.

Ele teria tido a oportunidade de sair na quinta-feira e na sexta-feira, mas não efetuou o pagamento da fiança nessas ocasiões.

O ex-jogador Daniel Alves, com a prisão de Brians 2 ao fundo, ao ser libertado, em 25 de março de 2024. — Foto: Nacho Doce/ Reuters

Fonte: G1

About Author

Queremos ouvir você, deixe seu comentário, será um prazer respondê-lo.

Descubra mais sobre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading