15 de abril de 2024 22:10
O deputado Paulo Bilynskyj (PL-SP) tomou medidas legais contra o também deputado Guilherme Boulos (Psol-SP), ex-coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), após uma publicação controversa nas redes sociais.

O deputado Paulo Bilynskyj (PL-SP) tomou medidas legais contra o também deputado Guilherme Boulos (Psol-SP), ex-coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), após uma publicação controversa nas redes sociais. A imagem em questão retrata Jesus Cristo crucificado acompanhada da frase “bandido bom é bandido morto”. Boulos, que militou no MTST por duas décadas, ainda mantém sua associação com o grupo.

A ação movida por Bilynskyj à Procuradoria-Geral da República (PGR) alega que a publicação configura um crime de ultraje a culto, conforme previsto no Código Penal brasileiro. No documento oficial, o congressista expressa sua indignação, afirmando que a postagem desrespeita os valores religiosos.

Procurada para comentar sobre o caso, a assessoria de Boulos informou que ele não possui mais vínculos com o MTST. No entanto, o deputado não quis comentar a queixa-crime enviada por Bilynskyj.

Boulos é pré-candidato à Prefeitura de São Paulo, e sua candidatura deve rivalizar com a do atual prefeito Ricardo Nunes (MDB), que conta com o apoio do PL e do ex-presidente Jair Bolsonaro.

Fonte: Gazeta Brasil

About Author

Queremos ouvir você, deixe seu comentário, será um prazer respondê-lo.

Descubra mais sobre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading