23 de maio de 2024 13:29
Presidente argentino Javier Milei oferece apoio a Elon Musk em disputa envolvendo censura e perseguição do Regime PT-STF contra a rede social X (antigo Twitter).

Presidente argentino Javier Milei oferece apoio a Elon Musk em disputa envolvendo censura e perseguição do Regime PT-STF contra a rede social X (antigo Twitter).

O presidente argentino Javier Milei estendeu uma mão de apoio ao empresário Elon Musk para enfrentar a censura em torno da plataforma X, anteriormente conhecida como Twitter, no Brasil. O encontro histórico entre os dois ocorreu nesta última sexta-feira (12/04) em uma fábrica da Tesla, empresa de carros elétricos de Musk, localizada no Texas, Estados Unidos.

Na semana passada, Musk lançou uma série de denúncias contra o ministro do STF, Alexandre de Moraes, divulgando atos ilegais de censura do ministro, a quem acusou de comportamento ditatorial, ameaçando desconsiderar decisões das perseguições do STF contra brasileiros que fazem oposição ao governo Lula. Em resposta, Alexandre de Moraes (STF) ordenou, de maneira ilegal, a inclusão de Elon Musk no inquérito do STF.

De acordo com o comunicado emitido pelo governo argentino, Milei e Musk discutiram a importância do avanço tecnológico global e concordaram em realizar em breve um grande evento na Argentina para debater ideias relacionadas à liberdade.

Musk e Javier Milei têm trocado elogios há algum tempo nas redes sociais. A Argentina detém uma vasta reserva de lítio, um componente vital para as baterias utilizadas nos veículos da Tesla.

Além disso, recentemente, a SpaceX, outra empreitada de Musk, obteve permissão para fornecer os serviços de internet da Starlink, também operada pelo empresário, no país. Isso levantou expectativas de que uma parceria comercial pudesse ser anunciada após o encontro, o que representaria uma vitória política para Milei. No entanto, até o momento, nenhum acordo foi firmado.

Fonte: Revista Exilio.

About Author

Queremos ouvir você, deixe seu comentário, será um prazer respondê-lo.

Descubra mais sobre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading