16 de junho de 2024 03:22
Foi confirmada no início desta segunda-feira (20), a morte do presidente do Irã. Ebrahim Raisi voltava do vizinho Azerbaijão na manhã deste domingo

Foi confirmada no início desta segunda-feira (20), a morte do presidente do Irã. Ebrahim Raisi voltava do vizinho Azerbaijão na manhã deste domingo (19) quando o helicóptero em que o líder iraniano viajava sofreu um acidente devido ao mau tempo.

“Nenhum sobrevivente” foi encontrado no local da queda do helicóptero, informaram a agência de notícias estatal iraniana IRINN e a agência de notícias semi-oficial Mehr News. Governo ainda não se manifestou,

Nas redes sociais, as primeiras imagens do acidente mostram uma pilha de metal retorcido.

Além do presidente iraniano, o ministro das Relações Exteriores, Hossein Amirabdollahian, o governador da província do leste do Azarbaijão, Malek Rahmati, o líder de oração de 6ª feira de Tabriz, Hojjatoleslam Al Hashem, e outras autoridades também estavam no helicóptero.

Embora não havia informações oficiais sobre o que causou a queda do helicóptero, agências de notícias do Irã publicaram imagens das buscas que mostram ventos fortes, neve e névoa nos arredores do local da queda.

Veja quem era Ebrahim Raisi, o presidente do Irã

Nascido em 1960, o presidente iraniano Ebrahim Raisi frequentou o seminário em Qom e obteve um Ph. D em direito pela Universidade Shahid Motahari.

Ele começou sua carreira como promotor no início da década de 1980 e passou de procurador-geral de Teerã em 1994 para chefe de justiça do país em 2019.

Seus dois anos como chefe de justiça do Irã foram marcados pela intensificação da repressão à dissidência e abusos dos direitos humanos, de acordo com o Centro de Direitos Humanos do Irã.

Raisi tornou-se presidente do Irã em 19 de junho de 2021, depois de vencer uma eleição presidencial historicamente não competitiva. Muitos iranianos reformistas se recusaram a participar de uma eleição amplamente vista como manipulada. A participação geral dos eleitores foi de apenas 48,8% – a menor desde o estabelecimento da República Islâmica do Irã em 1979.

O Departamento do Tesouro dos EUA sancionou Raisi em novembro de 2019, citando sua participação na “comissão da morte” de 1988 como promotor, e um relatório das Nações Unidas indicando que o judiciário do Irã aprovou a execução de pelo menos nove crianças entre 2018 e 2019.

Ele foi o primeiro líder iraniano eleito sob sanções dos EUA.

Em junho de 2021, ele concorreu contra seu antecessor, o ex-presidente Hassan Rouhani, um moderado, e ganhou 18 milhões dos quase 29 milhões de votos. Sua posse foi vista como um sinal do início de uma nova era linha dura que poderia anunciar grandes mudanças nas políticas da República Islâmica no país e no exterior.

Raisi há muito se opôs ao engajamento com o Ocidente e era um aliado próximo do líder supremo Ayatollah Seyyed Ali Hosseini Khamenei.

Fonte: Aliados Brasil.

About Author

Queremos ouvir você, deixe seu comentário, será um prazer respondê-lo.

Descubra mais sobre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading