16 de junho de 2024 02:54
Na região dos Campi Flegrei, situada em um antigo vulcão no golfo de Pozzuoli, próximo a Nápoles, Italia, ocorreu um novo terremoto

Na região dos Campi Flegrei, situada em um antigo vulcão no golfo de Pozzuoli, próximo a Nápoles, ocorreu um novo terremoto de magnitude 3,4 na escala Richter nesta quarta-feira (22). Esse novo tremor faz parte do “enxame de atividade sísmica” que começou na região no sul da Itália na última segunda-feira (20). Desde então, mais de 160 tremores de menor intensidade foram registrados, causando pânico entre os habitantes.

Até o momento, foram contabilizados apenas danos estruturais, sem vítimas. O Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia (INGV) informou que o novo sismo ocorreu por volta das 8h28 (horário local), a uma profundidade de cerca de quatro quilômetros, sendo sentido claramente em muitos bairros de Nápoles e outras cidades.

Moradores passaram a segunda noite ao ar livre devido à sequência de terremotos, incluindo um de magnitude 4,4 na escala Richter, o mais forte a atingir a área em 40 anos. Além disso, 46 famílias foram evacuadas de suas casas em 27 prédios após inspeções nas estruturas da região.

A área dos Campi Flegrei, também conhecida como Campos Flégreos em inglês, está atualmente afetada pela elevação do solo e atividade sísmica na zona vulcânica intensa.

Localizado entre o grande vulcão Vesúvio e os Campi Flegrei, o Golfo de Nápoles abriga cerca de 20 crateras, muitas delas submarinas, chamadas assim pelos antigos gregos de “terra em chamas”.

Essa região, onde vivem meio milhão de pessoas, enfrenta um fenômeno chamado ‘Bradisismo’, que aumenta o nível do solo com base no gás e magma acumulados nas profundezas.

Fonte: Terra Brasil Notícias.

About Author

Queremos ouvir você, deixe seu comentário, será um prazer respondê-lo.

Descubra mais sobre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading