15 de junho de 2024 22:04
Sem dinheiro por conta da enchente, o governador Eduardo leite cobra governo Lula por ajuda prometida no pagamento de servidores.

Sem dinheiro por conta da enchente e com regiões do Rio grande do Sul ainda afetadas pelas cheias, o governador Eduardo leite cobra governo Lula por ajuda prometida no pagamento de servidores.

Diante das enchentes que devastaram várias regiões do Rio Grande do Sul, o governador Eduardo Leite está pressionando o governo federal por ajuda financeira para pagar os salários dos servidores públicos do estado. Leite fez um apelo durante uma coletiva de imprensa na manhã desta segunda-feira (3).

“Sobre o benefício de manutenção de emprego e renda, é essencial que venha nos próximos dias algum tipo de ação do governo federal. Isso ainda não foi endereçado e nós temos muito receio sobre o que possa significar em demissões, que são evitáveis, a não ser que o governo federal entre em campo para garantir o pagamento de parte dos salários”, afirmou Leite, destacando que o programa de emprego e renda é “absoluta prioridade”.

O governador do RS planeja discutir a medida em uma reunião com parlamentares da bancada federal do Rio Grande do Sul. Ele também pretende pedir compensações pela perda de arrecadação, que pode chegar a R$ 10 bilhões.

“O governo do estado e as prefeituras terão uma queda de arrecadação nos meses de maio, junho, julho e agosto que vai ser muito forte. A gente projeta uma perda de arrecadação que pode chegar aos 10 bilhões de reais para o estado até o final do ano”, afirmou Eduardo Leite.

Fonte: Revista Exilio.

About Author

Queremos ouvir você, deixe seu comentário, será um prazer respondê-lo.

Descubra mais sobre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading