15 de abril de 2024 23:15
Domingos Brazão, afastado do cargo de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE) por seis anos devido a suspeitas de fraude e corrupção, está programado para receber 581.400 mil reais, correspondentes aos 420 dias de férias não usufruídas durante esse período, conforme anunciado no Diário Oficial.

Domingos Brazão, afastado do cargo de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE) por seis anos devido a suspeitas de fraude e corrupção, está programado para receber 581.400 mil reais, correspondentes aos 420 dias de férias não usufruídas durante esse período, conforme anunciado no Diário Oficial. Mesmo após sua prisão, Brazão continuou a receber seu salário de 52 mil reais entre 2017 e 2023, apesar da proibição de exercer suas funções no Tribunal por decisão judicial. O processo contra ele e outros membros da Corte está em andamento no Superior Tribunal de Justiça.

Além disso, Brazão está sob investigação no caso da morte da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes em 2018. Ele foi mencionado na delação premiada do ex-policial militar Élcio de Queiroz, que está detido desde 2019.

Fonte: Terra Brasil Notícias

About Author

Queremos ouvir você, deixe seu comentário, será um prazer respondê-lo.

Descubra mais sobre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading